Brunch de natal com Torta Cheesecake de Cereja

Como é por dentro outra pessoa
Quem é que o saberá sonhar?
A alma de outrem é outro universo (…)

Nada sabemos da alma
Senão da nossa;
As dos outros são olhares,
São gestos, são palavras,
Com a suposição de qualquer semelhança
No fundo.

{ Fernando Pessoa }

tumblr_nzf1i0RfQc1sq7alzo1_1280.jpg
tumblr_nzf1i0RfQc1sq7alzo10_1280.jpg
tumblr_nzf1i0RfQc1sq7alzo7_1280.jpg
tumblr_nzf1i0RfQc1sq7alzo6_1280.jpg
tumblr_nzf1i0RfQc1sq7alzo4_1280.jpg
tumblr_nzf1i0RfQc1sq7alzo9_1280.jpg
tumblr_nzf1i0RfQc1sq7alzo8_1280.jpg
tumblr_nzf1i0RfQc1sq7alzo5_1280.jpg
tumblr_nzf1i0RfQc1sq7alzo3_1280.jpg
tumblr_nzf1i0RfQc1sq7alzo2_1280.jpg

A mesa sempre foi e sempre será o melhor lugar para dar as boas vindas aos velhos e novos amigos. Com os velhos amigos, compartilhamos e colecionamos momentos gastronômicos fraternos de alegria. E com a mesa bem posta, dizemos aos novos: “quero você mais próximo de mim também”.

Quando decidimos preparar essa mesa de brunch de Natal, em casa, com a Dani Coelho e a Elke Noda, pensamos numa mesa simples, mas que fosse bonita nos detalhes: com folhas de eucalipto, guardanapos bordados, e torta de cereja. Uma mesa que não fosse exatamente de uma ceia natalina, mas que tivesse cara de convite entre amigas para celebrar uma tarde gostosa de um jeito especial. Fiquei encarregada da comida, a Elke dos arranjos florais e da decoração, e a Dani da decoração e dos detalhes mais lindos. Foi ela quem bordou as nossas iniciais em todos os guardanapos. De cair o queixo, para não dizer outra coisa.

Engraçado que a gente não planejou muito. Foi até tudo meio em cima da hora, mas acabou que a sintonia era tanta, que tudo ficou perfeitamente bonito. Como nos versos do Pessoa, no fundo, a gente supunha, que a gente queria a mesma coisa.

Para se juntar aos bons, convidei duas pessoas queridas, que também sou grande admiradora: a Camila Dutra do Feitocom.amor e a Renata Barella, ou Gória Huk, que conheci pessoalmente pela primeira vez. Não poderia ter sido melhor. O encontro fluiu, trocamos figurinhas, fotografamos e curtimos a tarde. 

No cardápio, ovos recheadosbruschettas com queijo de cabra, nozes e cogumelos, torta cheesecake de cereja e sorbet de ameixas frescas. Para finalizar, gingerbread cookies.

O que eu posso dizer do encontro? Que foi tudo tão gostoso, que a gente passou parte dele, pensando nos próximos. Que não haveria melhor forma de eu conseguir finalizar esse ano, com um post de celebração que me preenchesse tanto meus olhos. Que estou muito feliz de ter reunido numa mesa tão singela, mas ao mesmo tempo tão linda, comida boa, pessoas lindas e um papo delicioso. 

Ah, e como a maioria dos pratos já tem receita publicada por aqui, divido com vocês a da torta cheesecake de cerejas que, modéstia a parte, ficou deliciosa.

Confere as fotos de como ficou, e espero que ela te sirva de inspiração para sua mesa também.

Feliz Natal!


Ah, para quem quiser conferir o que a Renata postou sobre a tarde, é só conferir aqui no blog lindo dela! Adorei, Gória! (12.dez.2015)

Ah (2), para quem quiser conferir o que a Camila postou sobre a tarde, é só conferir aqui no blog lindíssimo dela! Beijos, Cá! (16.dez.2015)


Torta Cheesecake de Cerejas

cerca de 08 porções

para a base

  • ½ xícara de nozes pecã
  • 110g de manteiga derretida
  • 1/3 xícara de açúcar
  • 300g de biscoitos tipo cream cracker de cereais

para o recheio

  • 450g de cream cheese amolecido
  • ½ xícara de açúcar
  • 02 ovos caipiras
  • 01 colher de sopa de extrato de baunilha
  • 250g de creme de leite fresco

para a calda

  • 200g de cerejas
  • 01 colher de sopa de açúcar
  • ½ colher de sopa de extrato de baunilha
  • raspas de 01 limão

Misture as nozes pecã com a manteiga e o açúcar. Coloque-as numa assadeira forrada com papel manteiga. Leve para assar em fôrno a 180 graus por uns 15 minutos, até que o caramelo se derreta. Deixe esfriar. Desenforme a barra (vai virar uma bala gigante de crocante) e quebre para bater num liquidificador ou processador junto com os biscoitos, até virar uma farofa úmida. Espalhe a massa numa fôrma redonda desmontável (a minha é de 19cm de diâmetro). Faça as bordas da torta até 2/3 da altura da fôrma.

Numa batedeira, misture o cream cheese com o açúcar por uns 5 minutos, até ficar um creme leve. Junte os ovos, um a um, e o extrato de baunilha. Diminua a velocidade e adicione o creme de leite, batendo apenas até misturar o creme. Despeje o creme sobre a massa da torta (deixe um dedo de sobra da massa, para não vazar quando estiver no fôrno) e leve para assar em fôrno pré-aquecido a 180 graus, por uma hora. Deixe esfriar e leve para gelar no refrigerador.

Numa panelinha coloque as cerejas, o açúcar e as raspas de limão e leve para aquecer em fogo baixo. Deixe ferver por uns 5 minutos ou até que as cerejas fiquem macias. Junte o extrato de baunilha. Deixe esfriar e coloque na geladeira.

Você pode tirar as sementes das cerejas, se preferir. Mas eu deixei, porque acho que elas ficam mais bonitas inteiras. Só não se esqueça de avisar os convidados das sementes!

Para servir, desenforme a torta e decore com as cerejas e a calda (ela fica rala mesmo). 

 

Fotos: Dona da Casa!