Sorvete de Café Irlandês

Era óbvio que eu não ia deixar de experimentar este sabor. Loucos por café, quem também? Meu pretinho é sempre fraco e suave, sem açúcar, por favor. Não suporto café forte, para mim, é sempre carioca. Adoro o ritual matinal, de botar água no bule para ferver, meu preferido é o coado, mas na cafeteira francesa também rola, se for um colombiano.

O sorvete de café é uma sofisticação do cheirinho de café pela casa. Não tenho palavras certas para descrever seu sabor, além da sensação do que é tomar uma xícara pela manhã. Aquela de acordar com o aroma adocicado, sentar-se com uma caneca aquecendo as mãos, assoprando o vapor quente, com os olhos ainda semicerrados pelo sono, pensando em quanta coisa dá para fazer hoje.

Tem suavidade, tem aroma e tem lembrança de conforto; quase como uma xícara de café pela manhã.

Sorvete de Café Irlandês | Receita adaptada livro Ice Cream

  • 02 copos de leite
  • 01 copo de creme de leite
  • 03 gemas
  • ¾ copo de açúcar
  • 06 colheres de chá de café instantâneo
  • 06 colheres de sopa de licor de Amarula ou Baileys
  • pitada de sal

Numa tigela, junte o creme de leite com o licor, misture bem e reserve.

Leve o leite, açúcar, sal e o café numa panela ao fogo. Vá misturando até dissolver bem e apague quando começar a ferver.

Junte as gemas bem batidas, misturando bem até ficar homogêneo. Leve ao fogo baixo, misturando sempre, até começar a engrossar (por uns 5 minutos). Tire do fogo, coe, e misture com o creme de leite reservado. Deixe esfriar.

Processe a mistura na máquina de sorvetes, conforme as instruções do fabricante. Quando estiver pronto, coloque num recipiente e leve ao congelador por pelo menos 3 horas antes de servir.

Não tem máquina de sorvete?

Uma das formas é: coloque num pote e leve ao congelador. A cada 3 horas, bata a mistura num processador para mantê-la cremosa. Você vai ter que repetir este processo por pelo menos umas 3, 4, 5 vezes, até atingir a cremosidade que você quer.