Sorvete de Jabuticaba

Ainda não inventaram coisa melhor que estar com os amigos. Trocar histórias e confidências. Dar conselhos ou receber puxões de orelha. Rir ou tirar sarro. Falar por horas, sem se dar conta. A tarde voar, enquanto se toma sorvetes.  Foi assim, semanas atrás, com a Elke e a Dani. E, pelo que tudo indica, vai ser assim, sempre que der.

Este sorvete foi feito com jabuticabas do pé que está no jardim lá do espaço do Gabriel. A árvore já dá fruta a muitos anos, mas só agora elas saíram bem docinhas. Deu até um pouco de dó de fazer sorvete com elas, de tão gostoso que estava de comer assim na hora, colhida do pé. Mas o resultado ficou lindo, lindo. A textura nem tanto. Ficou bom para picolé. Mas a gente comeu mesmo assim, se deliciou e adorou igual.

“Sem muitas jabuticabas na bacia, quero viver ao lado de gente humana, muito humana; que sabe rir de seus tropeços, não se encanta com triunfos, não se considera eleita antes da hora, não foge de sua mortalidade, defende a dignidade dos marginalizados, e deseja tão somente andar ao lado do que é justo.

Caminhar perto de coisas e pessoas de verdade, desfrutar desse amor absolutamente sem fraudes, nunca será perda de tempo. O essencial faz a vida valer a pena.”

 

{ O tempo e as jabuticabas, Rubem Alves }

Sorvete de Jabuticaba

cerca de ½ litro

  • 300g de jabuticaba
  • 9 colheres de sopa de açúcar
  • 3 colheres de sopa de água
  • 01 colher de sopa de extrato de baunilha
  • 9 colheres de sopa de leite
  • 1 copo de creme de leite

Lave bem as jabuticabas e tire os cabinhos. Bata num liquidificador até ficar uma pasta.

Numa panelinha, ferva o açúcar, a água e a baunilha por uns 5 minutos, até ficar uma calda. Junte a calda morna às jabuticabas. Agregue o leite e o creme de leite. Misture tudo.

Processe a mistura na máquina de sorvetes, conforme as instruções do fabricante. Quando estiver pronto, coloque num recipiente e leve ao congelador por pelo menos 3 horas antes de servir.

Não tem máquina de sorvete?

Uma das formas é: coloque num pote e leve ao congelador. A cada 3 horas, bata a mistura num processador para mantê-la cremosa. Você vai ter que repetir este processo por pelo menos umas 3, 4, 5 vezes, até atingir a cremosidade que você quer