Torta gelada de Doce de Leite

Faz pouco mais de 4 anos que eu escrevo por aqui. Comecei em outra plataforma (o tumblr), tinha outra logo (com um varal de roupas). Como no laboratório de ciências da escola, eu fui testando. Haviam seções, que hoje não existem mais - acho que quando migrei para a plataforma nova, eu apaguei algumas delas. Esse caderninho de anotações - o blog - foi se transformando, assim como eu.

Foi aos poucos me ajudando a definir algumas escolhas na minha vida, daquilo que eu queria ser. Me ajudou a aperfeiçoar minhas habilidades com fotografia, refinou meu olhar estético com o mundo. Me permitiu criar um mundo paralelo, bonito e desenhado por mim. Conheci muita gente através dele e, por conta dele, me aproximei de muita gente como eu. 

torta-docedeleite

Se vida é uma história que a gente conta para a gente mesma, esse blog é a minha narrativa construída e formada, numa camada mais doce. Até então, isso não fazia tanto sentido, quanto hoje faz para mim. Nasceu numa fase que eu estava bem receosa em sonhar. É triste quando a gente ri dos próprios sonhos e desiste deles. Mas também é cansativo viver ilusão atrás de ilusão, e ver as portas fecharem tantas vezes na sua cara.

Um dia eu acordei, fiquei deitada na cama um bom tempo, olhando para o teto. Tinha acabado de me formar em artes gráficas, e de largar meu trabalho num estúdio de design. Eu queria mesmo era criar algo novo, algo meu. Um espaço em que eu pudesse deixar registrado a evolução dos meus passos. Foi então que me veio a idéia do blog. O nome veio junto, eu gostei na hora. Fui comprar o domínio, procurei uma plataforma para publicar. As fotos eram feitas no celular. 

Hoje, tenho câmera nova, tripé, lentes mais potentes. Faço edição de todas as fotos que publico. Tenho um acervo de louças, cerâmicas, e um monte de bugigangas para a produção. O blog hoje é o meu ponto de apoio, me obriga a sonhar muito, mas sempre com os pés no chão. Olho para meu arquivo e é muita história contada, muita conversa jogada fora. Muita receita compartilhada, muitas horas na frente do computador.

O blog é a soma de muitos pouquinhos da minha vida, que hoje já dá um tantão. Um tantão de coisas doces, mesmo quando tem receita de jiló.


Queria um doce bem doce, feito de doce de leite. Algo que você come um pedaço e fica satisfeito. Com uma boa dose de açúcar para aliviar qualquer amargor. Que fosse gelado para os dias quentes, como esses que precedem e enunciam a primavera. E que fosse fácil. Essa torta de doce de leite é assim. 


torta-docedeleite
torta-docedeleite
torta-docedeleite
torta-docedeleite
torta-docedeleite
torta-docedeleite
torta-docedeleite
torta-docedeleite
torta-docedeleite
torta-docedeleite

Torta gelada de doce de leite

para a base

  • 200g de biscoito maltado
  • 75g de manteiga sem sal

para o recheio

  • 01 xícara de doce de leite argentino
  • 01 xícara de creme de leite fresco

para decorar (opcional)

  • 02 claras
  • 1/2 xícara de açúcar

Modo de Preparo

Triture os biscoitos num processador ou liquidificador, até virar uma farofa. Jogue a manteiga derretida sobre ela, e misture, até que vire uma massa. Espalhe-a sobre uma assadeira (utilizei uma redonda de 20cm de diâmetro) para a base da torta. Leve à geladeira por uns 15 minutos. 

Numa tigela, misture o doce de leite com o creme de leite, até que fique homogêneo. Jogue sobre a base da torta. Leve para o congelador por pelo menos umas 5 horas, ou até que o creme fique firme (mas não congelado). Se congelar, tire por alguns minutos antes de servir. 

Num recipiente, coloque as claras e o açúcar. Em banho maria, misture até que o açúcar se dissolva completamente. Não deixar que a temperatura passe dos 50C graus. Bata as claras em velocidade alta, até que virem merengue, com picos firmes. Decore sobre a torta.