Vodka Tiiv, lima da pérsia, alecrim e muito gelo

Vodka Tiiv, lima da pérsia, alecrim e muito gelo

Tanta coisa boa para comemorar. Às vezes, fecho os olhos e abro rapidinho, só para ter certeza de que não estou sonhando. Eu sonhei com isso por tantos anos, que já tinha até meio que desistido, colocado esse sonho na aba longo prazo, quem sabe. Se eu pensar bem, vou concluir de que cheguei a abrir mão dele. Então, assim na surdina, veio em minha direção. Estou de mudança. Até o final de ano, saio de São Paulo, e me mudo para o Sul de Minas.

2016-09-20 12.26.43 1.jpg

Destino: Itamonte, mais precisamente, Campo Redondo. Bem no meio do mato, com cachoeira e tudo. Já postei por aqui um pouco dessa cidadezinha que conquistou meu coração, mas acho que essa história merece postagem futura detalhada, contando como o encanto desse lugar permeou todo meu subjetivo por anos, mudando completamente o rumo da minha vida.

Então, um brinde. Com um frio na barriga, levanto meu copo e te saúdo. Com a melhor vodka que já provei. Parênteses. Tenho certa aversão à vodka, acho que desenvolvida pelos tantos dias seguintes de dor de cabeça e mau estar, pós-bebida. Mas esta é feita de cana, 100% orgânica e brasileiríssima, tão pura, que eu me garantiram que não dá ressaca. Fiz o teste, e comprovei, dor de cabeça e ressaca zero no dia seguinte. Além de ser linda, nessa embalagem retrô de leite. Vodka Tiiv, com lima da pérsia, alecrim e muito gelo.

Tim-tim!

Vai arrumando as malas e encaixotando as tralhas. Itamonte, aí vamos nós!


"Sonhe com o que você quiser.
Vá para onde você queira ir.
Seja o que você quer ser, porque você possui apenas uma vida
e nela só temos uma chance de fazer aquilo que queremos.
Tenha felicidade bastante para fazê-la doce.
Dificuldades para fazê-la forte.
Tristeza para fazê-la humana.
E esperança suficiente para fazê-la feliz."

Clarice Lispector